Casa construída com impressora 3D

Este ano, um aluno perguntou-me na aula se eu sabia que as impressoras 3D já estariam capacitadas a construir até mesmo uma casa. Fiquei imaginando como uma tarefa desta natureza poderia ser colocada em prática, e agora nas minhas férias, sobrou-me um tempinho e então decidi informar-me sobre o assunto. Fazendo uma busca no Google, cheguei a esta página do site da dezeen magazine. O artigo, datado de 20 de janeiro de 2013, informa que o estúdio de arquitetura holandês Universe Architecture está realmente planejando construir pela primeira vez na história, uma casa usando uma enorme impressora 3D, e se tudo der certo, ela deve ficar pronta até 2015.
A  Landscape House (Casa Paisagem) 
Landscape House, como ficou conhecida, e cuja imagem você vê ao lado, deverá ser montada com uma grande impressora que pode produzir seções de até 6 m x 9 m, usando uma mistura de areia e um agente de ligação. Veja um detalhe ampliado:

Em uma vista de cima (imagem ao lado), ela tem formato triangular, e é inspirada em uma figura conhecida pelos matemáticos como Fita de Möbius.
O arquiteto holandês Janjaap Ruijssenaars da Universe Architecture, irá colaborar com o inventor italiano Enrico Dini, que desenvolveu a impressora D-Shape, e a equipe também está trabalhando com o matemático e artista Roelofs Rinus. A impressora D-Shape irá criar volumes vazios que serão preenchidos com concreto reforçado com fibras para dar-lhe força, e depois, os volumes serão  unidos para montar a casa, que eles estimam, levará cerca de 18 meses para ser concluída, com um custo de aproximadamente R$ 15 milhões.

Para quem quiser entender um pouco melhor, recomendo os dois vídeos a seguir. O primeiro, com o arquiteto Janjaap Ruijssenaars, explicando detalhadamente o projeto, e mostrando algumas maquetes e desenhos da casa, e o segundo (em italiano, mas dá pra entender), com o inventor Enrico Dini falando sobre seus sonhos de infância, quando erguia castelos de areia na praia, e sobre uma grande e complexa obra de arte, de aproximadamente 3 metros de altura (veja foto ao lado), construída pela  impressora D-Shape.




Minha opinião
Vamos esperar para ver se tudo funciona como os projetistas planejam, mas posso adiantar algumas coisas que penso.
Este projeto está longe de ser o que eu imaginei inicialmente, quando meu aluno questionou-me. O design da casa é bem específico, e na minha opinião não se parece muito com uma casa, no sentido de oferecer segurança, privacidade ou conforto. 
Não sei se casas convencionais, com janelas e portas do jeito que estamos acostumados a ver, poderiam ser fabricadas através desta técnica. Além disso, temos que levar em consideração que as partes hidráulicas e elétricas, provavelmente terão que ser instaladas da maneira como são feitas tradicionalmente. Outros fatores que dificultam a viabilidade do projeto são o custo elevado e o tempo que é gasto na etapa de impressão. 
Apesar de tudo, acredito que este processo possa ser aprimorado, e num futuro talvez se viabilize, pelo menos no que se refere à montagem da estrutura básica das paredes.
Já existem atualmente diversas aplicações deste recurso de uso de impressoras 3-D na medicina, salvando vidas de bebês, e em algumas atividades do dia-a-dia das pessoas. Um exemplo disso está na possibilidade de reposição de peças de aparelhos antigos que não podem ser mais encontradas tão facilmente no mercado.
     
Fontes:
http://www.dezeen.com/2013/01/20/dutch-architects-to-use-3d-printer-to-build-a-house/
http://www.tecmundo.com.br/impressora-3d/40968-quanto-tempo-uma-impressora-3d-leva-para-construir-uma-casa-.htm

http://www.d-shape.com/tecnologia.htm
Compartilhe:

2 comentários:

  1. Olá, Jairo!!!!
    Mais uma postagem que você lança aqui e... que interessante isso, meu amigo!!!! Essa tal da impressora 3D está tendo emprego no fabrico de peças mecânicas e prometendo revolucionar, segundo eu li, o seu uso também na medicina, fabricando peças do corpo humano!!!!
    Gostei do post, parabéns e já estou de "olho", esperando outros artigos sobre o mesmo assunto!!!!
    Não tenho certeza se eu li, ou se imaginei apenas, o uso dessa máquina como um meio de teletransporte!!!! É o seguinte: Um cara corajoso entraria na máquina e seria "desintegrado" instantaneamente e uma outra máquina receberia, não necessariamente aqui na Terra, o programa do genoma do indivíduo e também, e forma super rápida, o comporia átomo por átomo, em um outro local!!!! Rsrsrsrsrs!!!! É muito "loucura"!!!! Então, vamos aproveitar isso, para escrever alguma peça de ficção científica, certo????? KKKKKKKKK!!!!!!!!!

    Um abraço!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Valdir:
      Viu que usaram Möbius no projeto?
      Quanto à fabricação de peças menores, usadas na medicina, eu realmente acho fantástico, agora a respeito do teletransporte, acho que ainda estamos longe de realizá-lo.
      Abraço, parceiro.

      Excluir

Os comentários são moderados pelo autor do blog.
Se quiser receber comentários futuros deste post pelo seu e-mail, clique na opção "Notifique-me"